Chanel | COLEÇÃO MÉTIERS D’ART  2017/18

Esse desfile  de Coco Chanel,   pré outono-inverno 2017/18,  é a própria biografia de  Karl Lagerfeld. É que ele voltou pra sua cidade natal, Hamburgo, como inspiração e local pro desfile.

 A apresentação do desfile Chanel ,  aconteceu no prédio Elbephilharmonic, a casa da filarmônica de Hamburgo,  criada pelo arquiteto Herzog de Mueron, com direito à música ao vivo. Ele fica na região do Porto, e a coleção também sai daí, com referências de roupa de marinheiro, uniforme da marinha, beatnik, Beatles (que tiveram uma passagem meteórica pela cidade no começo da carreira). Destaca-se a volta do  preto total, a bota Choupette e as bolsas e tricôs contêineres!

 

COLEÇÃO MÉTIERS D’ART
PARIS-HAMBURGO 2017/18

Hamburgo é a cidade que Karl Lagerfeld escolheu para apresentar a coleção Métiers d’art, na nova Elbphilharmonie projetada pelos arquitetos Herzog & de Meuron. A coleção homenageia o artesanato dos ateliês de bordados, plumas, chapelaria e sapatos.

Este novo opus é uma homenagem à cidade, evocando a arquitetura futurista da sala de concertos, a atmosfera do porto com seus conteiners coloridos, os armazéns de tijolos nas docas, as roupas de marinheiro. Paletós, calças de marinheiro com abotoaduras duplas, ternos de tweed com colarinhos de marinheiro e lenços de pescoço, camisolas de tricô e vestidos curtos, casacos longos: Karl Lagerfeld renova os códigos CHANEL com uma inclinação masculina-feminina sublinhada pelo simples e rigoroso look desta linha em uma paleta de preto, azul marinho, cinza e bege com toques de vermelho, terracota e ouro. Peças de dia-a-dia trazem tweeds tecidos por Maison Lesage, lã, flanela, jersey, crepe de seda e chiffon. As roupas de noite são elegantes e preciosas: um terno bordado com ladrilhos de madrepérola no estúdio de Montex, vestidos de bainha de lantejoulas com colarinho de marinheiro, calças de marinheiro em tweed preto e dourado ou em cetim preto, vestidos assimétricos em crepe iridescente em tule bordado com lantejoulas multicoloridas, um smoking de crepe preto. Um mini vestido de bustier revisita a camiseta navy icônica listrada, bordado por todas as penas pintadas à mão nos ateliês de Lemarié, ou alongadas com uma saia de cetim com franjas de penas.

Todas as roupas são combinadas com saltos oxford usados às vezes com meias de malha comprida, ou com sandálias projetadas pelo sapateiro Massaro. O cape de marinheiro da Maison Michel vem em todos os tecidos da coleção. Mochilas, clutches inspiradas nos containers e bolsas de tweed nas cores da cidade acessorizam as silhuetas, para um visual arrojado e moderno.

 

BOLSA DE MARINHEIRO

Inspirada pelas bolsas de marinheiro de lona, a mochila da coleção Métiers d’art 2017/18 está adicionando energia à silhueta. Esta bolsa de lã em formato cilíndrico tem uma base de couro acolchoada bordada com o motivo “Paris-Hamburgo” com a assinatura de Karl Lagerfeld.

 

 

CAMADAS MULTICOLORIDAS DE PADRÕES E FORMAS

As clutches e os bordados interjacentes da coleção 2017/18 Métiers d’art reproduzem as formas e cores dos containers de transporte empilhados nas docas de Hamburgo. 

 

 

IMPRESSÕES DO DESFILE MÉTIERS D’ART EM HAMBURGO

 

 

 

TWEED NAS CORES DE HAMBURGO

Lã, fitas de veludo e fios de lurex se entrelaçam para criar uma variedade de padrões de tweed. Essas criações são constelações coloridas de texturas em formas de favo de mel e em relevo.

As cores da cidade e seu emaranhado de ruas, canais e pontes inspiraram os tecidos desta temporada. Cada tweed assume matizes ocre, retomando as paredes de tijolos de Hamburgo e os armazéns portuários.

 

 

MAKING-OF DA COLEÇÃO
PARIS-HAMBURGO
MÉTIERS D’ART

As Maisons d’art reúnem seu know-how único para criar a coleção Paris‑Hamburgo 2017/18 Métiers d’art, desenhada por Karl Lagerfeld.

 

 

 

SUAVIDADE DAS CORDAS

Karl Lagerfeld transforma as cordas dos navios de Hamburgo em tranças de lã retorcidas. Estas texturas são aplicadas nas malhas e fardas da coleção Métiers d’art.

 

UMA AMOSTRA DO DESFILE
PARIS-HAMBURGO

A coleção Paris‑Hamburgo 2017/18 Métiers d’art, desfilada no porto de Hamburgo, na Elbphilharmonie.

Veja o desfile completo em chanel.com

 

 

 

 

NO BACKSTAGE

Desfile Paris‑Hamburgo 2017/18 Métiers d’art.

#CHANELinHamburg

 

 

OS CONVIDADOS DO DESFILE
PARIS‑HAMBURGO

A coleção Paris‑Hamburgo 2017/18 Métiers d’art reuniu os embaixadores e os amigos da Casa em Hamburgo. Kristen Stewart, Phoebe Tonkin e Marine Vacth estavam entre os convidados na Elbphilharmonie.

O DESFILE PARIS‑HAMBURGO
NA ELBPHILHARMONIE

Na entrada do porto de Hamburgo, a fachada de vidro da Elbphilharmonie sobe em ondas, ecoando as ondulações no rio Elba e dando o tom para a coleção Paris‑Hamburgo 2017/18 Métiers d’art, apresentada ontem à noite na sala de concertos. Karl Lagerfeld traz um toque feminino ao guarda-roupa masculino de uma tripulação marinha, em uma linha simples e sóbria. Os tops listrados, os casacos caban, as calças largas, os chapéus de marinheiro e as bolsas combinam elementos emprestados do mundo marítimo com os códigos CHANEL.

 

O FINAL DO DESFILE MÉTIERS D'ART 2017/18 <BR />

O FINAL DO DESFILE MÉTIERS D’ART 2017/18

Coleção Paris‑Hamburg 2017/18 Métiers d’art.

#CHANELinHamburg

 

A HABILIDADE ARTESANAL NA COLEÇÃO <BR />PARIS-HAMBURGO

A HABILIDADE ARTESANAL NA COLEÇÃO
PARIS‑HAMBURGO

O desfile Paris‑Hamburgo Métiers d’art na Elbphilharmonie&nbsp; celebrou o trabalho excepcional dos bordadores, chapeleiros, especialistas em plumária e sapateiros. Vestidos de bainha reta em crepe azul escuro e chapéus de marinheiro adornados com tule, tops pintados à mão com listras de marinheiro e vestidos assimétricos em crepe cintilante englobam esta coleção criada por Karl Lagerfeld.

 

O PALCO DO DESFILE <BR />NA ELBPHILHARMONIE

O PALCO DO DESFILE
NA ELBPHILHARMONIE

A Elbphilharmonie em Hamburgo é o lar de três salas de concertos, incluindo o Grand Hall com espaço para 2.100 pessoas. Os arquitetos Jacques Herzog e Pierre de Meuron tomaram especial atenção ao projetar as superfícies e sua interação de texturas, especialmente para os espaços interiores, que são revestidos de uma “pele branca” composta por milhares de painéis de fibra de gesso cortados com precisão e instalados dentro de um milímetro, proporcionando espaço acústico imbatível. O espaço é reconhecido não só pela tecnologia digital de ponta, mas também pelo imenso talento do engenheiro acústico japonês Yasuhisa Toyota.

A própria forma do auditório é inovadora. O palco está no centro, dominado por um teto curvo que, como afirmam os arquitetos, “sobe verticalmente como uma tenda”. Sua forma imponente dita a forma do casco exterior do edifício. Aqui, a tecnologia virtuosa se baseia em um profundo conhecimento da tradição. Aqui, onde o patrimônio e a modernidade se unem, é o local em que Karl Lagerfeld escolheu apresentar o desfile Paris‑Hamburgo 2017/18 Métiers d’art.


SILHUETAS DE PARIS‑HAMBURGO

Primeiras imagens da coleção Paris‑Hamburgo 2017/18 Métiers d’art fotografada por Karl Lagerfeld.

#CHANELMetiersdArt

 

 

A modelo alemã Anna Ewers fotografando para a Chanel
A modelo alemã Anna Ewers fotografando para a Chanel

SESSÃO DE FOTOS POR KARL LAGERFELD

O diretor artístico da Casa escolheu a modelo alemã Anna Ewers para apresentar as silhuetas da coleção Métiers d’art 2017/18, que será desfilada em Hamburgo. #CHANELinHamburg

 

 

A ELBPHILHARMONIE

A casa de concertos Elbphilharmonie, situada na margem do rio Elba, na antiga área portuária de Hamburgo, designada Património Mundial da UNESCO, é o novo marco cultural da cidade. Foi projetada pela empresa de arquitetura suíça Herzog & de Meuron e simboliza o passado, o presente e o futuro. Construída em cima das paredes de tijolos originais de um antigo armazém de cacau, a estrutura de vidro tem um telhado em forma de ondas, subindo para uma altura de 110 metros. Esta extensão do edifício ecoa os navios transoceânicos atracados em frente ao porto. Sua distinta silhueta se destaca nesta cidade com construções majoritariamente horizontais. A fachada de vidro, composta em parte de painéis curvos da janela, faz com que pareça um cristal gigante colocado sobre os edifícios antigos. Este novo edifício é o palco do desfile Paris‑Hamburg 2017/18 Métiers d’art.

 

A HERANÇA DO ATELIÊ DE BORDADO <BR /> <BR />MAISON LESAGE

A HERANÇA DO ATELIÊ DE BORDADO

MAISON LESAGE

Os hábeis bordadores da Maison Lesage são os guardiões de uma arte única e duradoura que foi transmitida pelas gerações por quase 160 anos, iluminando a coleção de Alta Costura e outros projetos feitos em Paris. O strass, as fitas, as missangas e os cabochons criam padrões excepcionais, efeitos de ilusão de ótica, reflexões, texturas, iluminações e matizes que enriquecem o tecido e o corte das peças dos próprios ateliês da CHANEL.

Assinatura do estilo CHANEL, os tweeds de Lesage, exibidos em cada coleção, também são produzidos pelas tecelãs do Studio Lesage. Tela refinada de fios e fitas feitas em uma ampla gama de materiais, que reinventa o tecido de acordo com a herança de Gabrielle Chanel, refletindo as inspirações criativas de Karl Lagerfeld.

CHANEL é a única Casa a dedicar uma coleção inteiramente exclusiva aos Métiers d’art para homenagear as habilidades virtuosas das Maisons d’art, uma parte vital de sua história criativa.

MÉTIERS D’ART

Os Métiers d’art da CHANEL são uma tradição constantemente reinventada que combina padrões exigentes com inovação ousada. Eles são uma constelação de oficinas que oferecem habilidades artesanais excepcionais, incluindo os especialistas em plumária Lemarié, os fabricantes de botas Massaro, os bordadores Maison Lesage, a fabricante de chapéus Maison Michel e os especialistas em plissado Lognon.

Todo mês de dezembro, Karl Lagerfeld apresenta uma nova coleção Métiers d’art inspirada em uma cidade ligada ao passado do presente da Casa. Exibindo tecidos como tweed, couro, caxemira e seda, além de acessórios decorativos, como luvas, jóias e bordados em sua qualidade absoluta, os desfiles homenageiam a imaginação criativa da Casa e as habilidades virtuosas dos especialistas artesanais.

Tóquio, Nova York, Monte‑Carlo, Londres, Moscou, Shanghai, Byzance, Bombay, Edimburgo, Dallas, Salzburg, Roma, Paris e logo em Hamburgo, todas elas receberam coleções Métiers d’art.

 

A MÚSICA DO DESFILE MÉTIERS D’ART
POR OLIVER COATES

O violoncelista e compositor britânico Oliver Coates criou a música original do desfile Paris‑Hamburgo Métiers d’art 2017/18. No palco, ele se apresentou com as orquestras de câmara Ensemble Resonanz, em residência na Elbphilharmonie.

BORDADOS COM INSPIRAÇÃO MARÍTIMA

“Eu não consigo imaginar a moda sem bordados” diz Karl Lagerfeld. Para a coleção Paris‑Hamburg, a Maison Lesage criou estampas de tranças torcidas evocando cordas de navios. Adornando organza ou tweed, este bordado de missangas e mohair traz um toque feminino às silhuetas inspiradas em marinheiros.

 

Gostaram, meus amores?

Podem Opinar!

Beijjocas, Mil!

 

 

Você pode gostar de

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *