Orveda: a marca de beleza da megaexecutiva transgênero, Sue Y. Nabi

Sue Y. Nabi, a primeira executiva transgênero de sucesso do mundo da beleza, deixou o cargo de CEO da L’Oréal em 2013,  após 20 anos  e lança sua marca Orveda.

Movida por desafios, Sue decidiu  aventurar-se e lançar a  sua própria marca de cosméticos,  em parceria com o sócio Nicolas Vu : A Orveda.

A OVERDA

A ORVERDA é uma marca tão natural e tão probiótica, mais antenada aos desejos e necessidades do público de hoje, que não quer só a beleza para si  mas, para o mundo também. Lançada com exclusividade na Harvey Nichols de Londres – desde setembro passou a ter venda on-line no site –  conta com  dezoito produtos sem álcool, óleos minerais, colorantes artificiais e parabenos .

Almejando ser uma marca de cuidados com a pele mais natural, com produtos veganos que, segundo Sue,  produtos que não contêm ingredientes artificiais ou que irritam a pele e embalagem que segue um conceito agênero

 

 

 

INSPIRAÇÃO

A inspiração vem da própria transformação que a executiva empreendeu em sua vida há dez anos , abandonando seu nome de batismo, Youcef, para se tornar a primeira megaexecutiva transgênero da indústria de cosméticos. “Eu sou a prova viva de que não existem diferenças tão gritantes entre os produtos de beleza para homens e para mulheres, a não ser a concentração, que eu resolvi no laboratório.”

E resolveu mesmo, pois Sue, imigrante argelina na França, formou-se em engenharia agrônoma com especialização em business, o que faz dela uma das raras CEOs que lidam bem tanto com planilhas quanto com tubos de ensaio.

 

 

DIFERENCIAL

Seu diferencial também se fazia sentir na escolha das estrelas que escalava para campanhas da L’Oréal e da Lancôme. Foi dela, por exemplo, a ideia de colocar uma septuagenária Jane Fonda nos anúncios. “Aos poucos, fui injetando na indústria a noção de que não existe uma só beleza, mas várias belezas. Minha experiência com a L’Oréal no Brasil me ajudou muito. Em países continentais e de tantos tipos físicos como o seu, você aprende que o padrão é não seguir nenhum padrão.”

Agora Sue ja  pensa em uma linha de maquiagem!

 

Gostaram, meus amores ?

Podem opinar!

Beijocas, Mil!

 

Você pode gostar de

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *